A Ostentação do Suplício (leitura do capítulo II de Vigiar e Punir)

  “O grande espetáculo das penas corria o risco de retornar através dos mesmos a quem se dirigia” (p.61), a cena do suplício estica a tensa corda entre o povo e o soberano. O espetáculo do suplício produz diferentes possibilidades de se ver a relação entre o povo e poder do soberano. Depois dela surge como prática judicial, um agente do poder e “revelador da … Continuar lendo A Ostentação do Suplício (leitura do capítulo II de Vigiar e Punir)